BRINCANDO NO PÉ

Rua Pedroso de Camargo 319 - Chácara Santo Antônio . São Paulo–SP

Telefone: (11) 99364.6887

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle

O Livre Brincar

September 25, 2017

 

Obrigada crianças por me ajudarem a acreditar,

cada vez mais, no Livre Brincar :)

 

Eu acredito no livre brincar. Pode encarar isso como um desabafo, ou, como uma declaração de amor à minha profissão. 

 

Eu acredito que a criança precisa de tempo para construir sua brincadeira e precisa de elementos que a auxiliem nesta empreitada.

 

Nossos brincantes devem ficar sempre bem atentos ao interesse das crianças e participar somente quando as crianças deixarem (só um parêntese: aqui não temos recreadores e, sim, brincantes).

 

Desde que idealizei o Brincando no Pé, o espaço aberto para a imaginação infantil, o que mais me encanta é ver a criança brincar genuinamente. Cada uma à sua maneira, com sua bagagem e interesses próprios. Algumas vão direto pra cozinha, pegam as comidinhas, montam pratos, bolinhos e oferecem para quem estiver por perto. As mais aventureiras, vão logo abrir os armários, pegar as panelas, descobrir os aventais para preparar comidinhas. Seguras de suas receitas, colocam no forno e esperam aquecer. Explorar o repertório da cozinha não tem fim. Já até peguei no pulo uma criança entrando na geladeira para se esconder.

 

Continuando o passeio, ao lado da cozinha tem uma cabana. Durante toda a Recreação de Férias ou no Dia de Brincar, a cabana é a casa das crianças. Elas levam quase tudo pra lá: montam um escritório, algumas camas, levam tecidos para seus travesseiros e, claro, todas as comidinhas que prepararam na cozinha.

 

 

Na hora de explorar outros territórios, a brincadeira de pirata é sempre um sucesso! Na Recreação de Férias do mês de julho, recebemos um grupo de crianças que passaram 3 dias inteiros nesta aventura. Eles eram legítimos piratas e desbravadores. Fizeram mapas, armas, escudos, maquiagens, fantasias, iam e vinham naquelas embarcações de caixotes e pescavam animais (de todos os tipos) no mar.

 

Da água para ar, fomos todos brincar de avião. Essa brincadeira foi longe. Até um super herói viajou de primeira classe! Mala de viagem, piloto, comidinhas bem servidas, tinha de tudo! Até um médico que atendeu uma passageira com os primeiros socorros.

 

Que saudades dessas viagens e aventuras da nossa temporada de férias. Foram vinte dias intensos, com muitas crianças. Grandes, médios e pequenos. Avós, babás, mães, pais e irmãos. Todo mundo se incluía na brincadeira.

 

Foi lindo ver este nosso espaço sendo realmente usado por todos. Senti que, de fato, os brinquedos estão à disposição de cada criança e que o Brincando no Pé proporciona esta autonomia. Os elementos presentes contribuem para esta construção de brincadeira e nosso papel é de observar, mediar quando necessário e, é claro, participar quando somos convidados.

 

O recém inaugurado ateliê serviu de apoio para a confecção de mapas, binóculos, amuletos, barcos... A grama foi palco de viagens, de florestas, de corridas, de teatros de fantoche e muito mais. Cada cantinho desse espaço fortalecia e inspirava a nossa proposta!

 

Aviso aos passageiros e navegantes da Recreação de Férias: o Brincando no Pé está sempre aberto para as crianças!

 

Depois de um mês participando de nossas recreações, um menino foi embora chorando. Ele achava que aquele lugar nunca mais faria parte de sua vida. Eu o olhei e disse que, quando ele quisesse, poderia voltar para brincar com a gente. No mesmo instante, ele parou de chorar e, semanas depois, voltou para brincar :)

 

Como ele, muitas crianças passam quase o mês todo nas férias com a gente e é muito gratificante ouvir os agradecimentos dos pais no fim da temporada. Mas o que derrete mesmo o nosso coração é receber o abraço de cada criança que, sem palavras, nos dizem calorosamente:

 

“Obrigada por brincar comigo”.

 

 

Veja a entrevista com a Suely para o Fora da Casinha!

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload